Jovem de 23 anos, perde a vida após fazer exercícios na academia, e o caso serve de alerta

Na última segunda-feira, dia 19 de junho, ocorreu um trágico incidente relacionado à prática de exercícios físicos em uma academia. Embora seja amplamente reconhecido que o exercício traz muitos benefícios para a saúde, é importante estar ciente dos riscos associados. Embora seja raro, há uma possibilidade de parada cardiorrespiratória durante a atividade física na academia.

Esse risco é especialmente relevante para pessoas que já possuem condições cardíacas preexistentes, como doença arterial coronariana, arritmias cardíacas ou histórico familiar de problemas cardíacos. Durante exercícios intensos, como levantamento de peso ou treinos de alta intensidade, o coração pode ser sobrecarregado, aumentando o risco de complicações cardiovasculares.

Indivíduos sedentários ou aqueles que retomaram recentemente a prática de exercícios podem ser mais suscetíveis a eventos cardíacos adversos, destacando a importância de tomar certas precauções.

Infelizmente, na mencionada segunda-feira, uma jovem de apenas 23 anos perdeu a vida depois de passar mal durante uma sessão de exercícios em uma academia na cidade de Mogi das Cruzes. Surpreendentemente, ela não tinha problemas de saúde conhecidos.

Segundo informações do boletim de ocorrência, por volta das 17h, a jovem Milena de Medeiros Silva começou a ter uma convulsão durante sua atividade na academia. Alunos presentes, incluindo alguns enfermeiros, prontamente iniciaram a massagem cardíaca enquanto aguardavam a equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Quando a equipe de resgate chegou, constatou-se que Milena estava em parada cardiorrespiratória. Ela foi encaminhada à Santa Casa, onde, infelizmente, foi declarada sua morte às 18h45.

De acordo com o boletim de ocorrência, a causa suspeita do óbito foi infarto agudo do miocárdio ou tromboembolismo pulmonar, detalhes que serão confirmados após uma análise mais aprofundada. Este triste incidente serve como um lembrete dos riscos potenciais associados à prática de exercícios físicos, mesmo em indivíduos aparentemente saudáveis, destacando a importância da conscientização e da adoção de medidas de segurança adequadas.