Mulheres chatas e briguentas são as melhoras para se relacionar, segundo a pesquisa

A ideia de que as mulheres tranquilas e raramente irritadas são as melhores para relacionamentos nem sempre é verdadeira, de acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. Eles descobriram que as mulheres frequentemente vistas como chatas e propensas a se irritarem com pequenas coisas são, na realidade, as mais confiáveis para estabelecer relacionamentos sérios. Isso pode parecer surpreendente, mas o estudo oferece uma explicação.

Normalmente, uma mulher que se importa genuinamente com você estará mais atenta às suas ações, e se você se desviar do caminho, isso pode resultar em desentendimentos frequentes.

No início, você pode pensar que ela é exigente e que tenta controlar sua vida, mas o estudo demonstrou que conviver com mulheres que têm esse perfil pode contribuir para a saúde dos homens. Surpreendentemente, os pesquisadores encontraram evidências de que os homens que vivem ao lado de mulheres exigentes e propensas a brigas têm menor probabilidade de desenvolver diabetes. Além disso, aqueles que já têm diabetes parecem conseguir gerenciar a condição com mais eficácia.

O estudo envolveu 1.228 casais que estavam casados há mais de cinco anos. O Dr. Hui Liu, líder da pesquisa, explicou: “Este estudo desafia a suposição tradicional de que um relacionamento tumultuado só pode trazer consequências negativas para o cônjuge envolvido nesse casamento conturbado”.

Às vezes, a persistência e as cobranças podem ser sinais de preocupação e cuidado com a pessoa amada. “A diabetes é uma doença crônica que tem levado muitos pacientes a procurarem orientação médica. A implementação de políticas e programas destinados a melhorar a qualidade dos casamentos também deve promover a saúde e reduzir o risco de diabetes, especialmente para mulheres que estão envelhecendo”, acrescentou o Dr. Hui Liu.

O pesquisador também acredita que uma esposa que nunca expressa preocupações, que aceita tudo sem questionar, que não se importa com a localização do marido, com suas amizades femininas e com suas saídas frequentes com os amigos não pode ser considerada a melhor companheira. Isso pode sugerir que o relacionamento não é uma prioridade para ela.

Se você está ao lado de uma parceira que é exigente e propensa a brigas, tente primeiro entender suas preocupações. Mulheres assim muitas vezes amam profundamente e desejam mais atenção do parceiro. Uma conversa aberta pode levar a mudanças positivas no relacionamento, tornando-o mais profundo e significativo. E, ao final, você pode até agradecer, pois parece que sua saúde também sai ganhando. A mulher que é tida como chata e briguenta está fazendo um esforço para manter o relacionamento e, ao mesmo tempo, reduz o risco de diabetes.