Retração das gengivas: dicas e como tratar

A retração gengival é um problema comum que pode afetar até mesmo pessoas com boa saúde bucal. Ela geralmente ocorre gradualmente e pode ser causada por diversos fatores, como escovação excessiva, escovação insuficiente e predisposição genética.

Se não for tratada adequadamente, a retração gengival pode levar à inflamação e até mesmo à perda dos dentes. Infelizmente, uma vez que a gengiva se retrai, não é possível reverter o processo.

No entanto, é possível tomar medidas para evitar que a situação piore. A retração gengival tem um impacto negativo, afetando não apenas a autoestima, mas também causando sensibilidade na região. Além disso, pode resultar em alterações na cor das gengivas, aparência de dentes mais longos, inchaço nas gengivas e bruxismo.

O primeiro passo para o tratamento é consultar um dentista, que poderá fornecer orientações adequadas. Além disso, as pessoas com esse problema devem evitar alimentos gelados, cítricos e ácidos, pois podem causar desconforto.

Quando ocorre a retração gengival, a raiz do dente fica exposta, sendo coberta apenas por uma camada que se desgasta facilmente e expõe a dentina, parte sensível do dente. A retração gengival costuma se tornar visível a partir dos 40 anos de idade.

Para aliviar os sintomas e fortalecer as gengivas, além de manter uma higiene bucal adequada, podem ser utilizados alguns remédios caseiros. Eles auxiliam na prevenção de placa bacteriana e tártaro.

Chá verde: O consumo regular de chá verde ajuda a melhorar a saúde bucal, devido às suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Estudos mostram que o chá verde não só ajuda a prevenir doenças dentárias, mas também reduz a inflamação gengival. Recomenda-se beber uma ou duas xícaras por dia.

Sálvia: O chá de sálvia tem sido usado há muito tempo no tratamento de problemas dentários. Ele possui propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas, que auxiliam no tratamento de gengivas inchadas. Basta colocar um punhado de folhas frescas ou secas em água quente por 15 a 20 minutos e beber o chá.

Babosa: Use gel de babosa fresco para massagear as gengivas após a escovação. A babosa possui propriedades anti-inflamatórias e pode ajudar a reduzir a inflamação.

Óleo de coco: O óleo de coco tem propriedades antimicrobianas e anti-inflamatórias. Massagear as gengivas com uma mistura de óleo de coco e uma pitada de sal pode ajudar a reduzir a inflamação. Se você tiver hipertensão, evite o sal e utilize apenas o óleo de coco.

Vitamina C: A deficiência de vitamina C pode causar inflamação e sangramento gengival. Alimentos ricos em vitamina C, como pimentas, brócolis, tomate, kiwi, limão, laranja e acerola, podem ser consumidos para ajudar a prevenir a deficiência dessa vitamina. É recomendado consumir esses alimentos frescos, pois a vitamina C é perdida quando o suco é feito e não é consumido imediatamente.

Lembre-se de que esses remédios caseiros podem ajudar a fortalecer as gengivas, mas não substituem a orientação e o tratamento profissional. É fundamental visitar regularmente um dentista para um diagnóstico adequado e um plano de tratamento personalizado. A prevenção e o cuidado bucal adequados são essenciais para manter a saúde bucal e evitar complicações futuras.