Empresária que falou que não gosta de pobre, agradece o aumento das vendas e o sucesso

Um caso se tornou viral, depois de uma empresária em Ceará-Mirim (RN), após ter gravado um vídeo nas redes sociais, onde confirma que“não gosta de pobres”.A mulher identificada pelo nome de Rafaela Ferreiro, e dona de um estabelecimento de esfirra, tem sido o ponto de diversas críticas após o seu vídeo.

Logo após que a publicação se tornou viral pelas redes sociais, ela mais uma vez gravou mais um vídeo e publicou em ato de ironia, ainda deixa um agradecimento pela fama, que lhe trouxe um enorme aumento de vendas.

A empresária, queria tentar explicar o motivo de ter encerrado o seu comércio, na última quarta-feira de cinzas. Em contra partida, ela relatou sobre a “irresponsabilidade” que alguns funcionários tiveram, no qual não apareceram para trabalhar. Ainda segundo Rafaela, haveria um acordo entre todos, com a retoma ao trabalho nesse dia que se celebrava a quarta-feira de cinzas.

Em suas palavras, nas redes sociais, ela relatou que muitas pessoas falaram: “Ah, mas é Carnaval. Mas Rafaela rematou que já não era Carnaval e mesmo que fosse…Ela fala ainda que tinha sido combinado, e estava tudo acertado. Chateada, ela acrescentou que se tratou de uma irresponsabilidade. No qual ela ficou muito zangada, com o ocorrido.

Que sempre diz, que não gosta do tal pobre. Arrematando que quando fala de pobre, é porque é  preguiçoso  e descansado,e no qual pobre será sempre pobre. Ela se justificou ainda dizendo, que quando fala de ser pobre, não é pela falta de dinheiro, nas mãos mas muito mais que isso, finaliza.

Os vídeos continuam nas redes sociais, onde ela afirma que apenas não consegue trabalhar sozinha, para o seu comércio funcionar. Continuando a empresária, depois da repercussão do vídeo, deixa ainda uma critica aos internautas, que acabaram por entender tudo errado , e disse ainda que não está nem aí, para o que acham a seu respeito.

Sobre o não gostar de pobre. Defendendo-se disse ainda, que quem a conhece sabe, que é habitual ela sempre falar isso. Mas que jamais pode deixar as pessoas desmerecerem essa classe. Ela diz ainda que a diferença de não gostar de pobre, não é aquela que de alguma forma não tem dinheiro, mas sim daquela pessoa que não quer trabalhar, e não gosta de trabalhar.

Continuando ela disse ainda, que aponta para aquela pessoa, que precisa de trabalhar, mas que acaba por não aproveitar as oportunidades, porque com uma migalha ela já vive. Ela destaca ainda,m que pobre que ela fala é de mentalidade, e visão e perspetiva. E não pela pessoa que tem falta de dinheiro, conclui.

Nas redes sociais, Rafaela foi alvo de criticas, no qual algumas internautas falaram que ela “é pobre de espirito” ou é “orgulhosa da sua própria estupidez“.