Rose Miriam escreveu uma carta admitindo que sabia da sexualidade de Gugu, e que poderia ajudar a curar:”É muito sério”

A morte do renomado apresentador brasileiro Gugu Liberato continua a gerar repercussão, mesmo após algum tempo desde seu falecimento. Após sua morte, Rose Miriam, sua viúva, entrou com um processo buscando o reconhecimento como herdeira. Thiago Salvático também ingressou com um processo similar na justiça.

Recentemente, uma carta divulgada revelou algumas declarações surpreendentes feitas por Rose Miriam, na qual ela admitia ter conhecimento sobre a sexualidade de Gugu e acreditava que poderia “curá-lo” por meio de orações e jejuns.

Na carta, ela afirmava: “Anjo, eu sei que sua preferência sexual é diferente. Mas esse tipo de conduta sexual não vem do seu espírito, isso não é você. E eu tenho a capacidade de transformar esse problema. Talvez para você não seja um problema, mas é um problema. E muito sério.”

Em outro trecho da carta, Rose Miriam alegava que Gugu poderia pensar que nunca havia gostado de mulheres, mas ela acreditava que isso poderia ser mudado com sua ajuda, através de muitas orações e jejuns.

A viúva também mencionou que o apresentador sempre negava ser homossexual, mas ela já tinha conhecimento sobre o uso de Viagra, bebidas alcoólicas e celulares.

Na carta, ela ainda revelou que sentia que a família de Gugu tinha ciúmes da proximidade entre os dois, acreditando que eles a impediam de se aproximar da forma como ela gostaria.

É importante ressaltar que a divulgação da carta expôs detalhes íntimos do relacionamento entre Rose Miriam e Gugu Liberato. Suas declarações revelam sua crença na possibilidade de mudar a orientação sexual de Gugu, bem como seus sentimentos e desejos pessoais em relação ao apresentador.